Implementos rodoviários entram em programas federais de financiamento

Os implementos rodoviários foram incluídos no programa de renovação de frota do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) e na linha de financiamento para pequenos produtores rurais Mais Alimentos que integra o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA).

Na avaliação da Anfir (que representa a indústria de implementos), essas ações poderão reduzir um pouco as perdas que o setor vai registrar em 2014. “Estamos abrindo mais oportunidades de mercado para oferecer produtos de melhor qualidade a esses segmentos da sociedade”, avalia Alcides Braga, presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários (Anfir). “No entanto não temos ilusão que 2014 será um ano de perdas”, conclui.

As vendas de implementos rodoviários de janeiro a julho de 2014 ficaram 9,01% abaixo do registrado no mesmo período de 2013. Em sete meses a indústria fabricou 91.304 unidades ante 100.349 produtos em igual período do ano passado.

A queda nas vendas acompanha o ritmo desaquecido da economia brasileira, independente das linhas de crédito à disposição do mercado com juros de 6%,no programa PSI/Finame. “O setor está caminhando para retração em torno de 10%”, afirma o presidente da Anfir.