Lucro despenca e Randon revisa projeções

O grupo Randon revelou os resultados do primeiro semestre de 2015. Mesmo sendo a maior fabricante de implementos rodoviários do país, os números apresentados mostram que os valores comparados ao ano passado caíram em todas as áreas.

A receita total do primeiro semestre deste ano atingiu a marca de R$ 2 bilhões, uma queda de 30,5% em relação ao primeiro semestre de 2014. A receita líquida consolidada no primeiro semestre de 2015 chegou a R$ 1,4 bilhão, um valor 27,7% menor que a soma no mesmo período do ano passado.

O destaque ficou para o lucro consolidado no primeiro semestre com margem líquida de 0,1 %. Os R$ 129,6 milhões do primeiro semestre de 2014 caíram para R$ 832 mil no mesmo período deste ano. As vendas ao mercado interno também não escaparam da queda. A receita da companhia no primeiro semestre caiu 33,1%, para R$ 1,77 bilhão no primeiro semestre.

Devido a piora do mercado, a Randon revisou suas projeções de desempenho para este ano, quando prevê uma receita total de R$ 4,2 bilhões e lucro de R$ 3 bilhões. O faturamento deverá ficar em US$ 256 milhões.

Fras-le faz o percurso contrário

Ao contrário das grandes empresas que vem enfrentando quedas drásticas nos lucros devido os problemas no mercado, a Fras-le, que pertence às Empresas Randon é um diferencial em meio à crise obtendo lucro em alguns setores.

Registrando resultados positivos no primeiro semestre, a companhia conseguiu atingir uma receita líquida de R$ 404,4 milhões, representando aumento de 6,7% em relação ao mesmo período em 2014. O valor conquistado é devido o aumento de 9,4 % da receita líquida no mercado externo, ao somar R$ 191 milhões. O mercado nacional também cresceu, mas em menor proporção que o exterior, atingindo 4,4%, um total de R$ 213,1 milhões.