MEI Caminhoneiro: O Projeto Garante Autonomia e Será Votado no Congresso.

Caminhoneiro MEI?
A resposta é afirmativa.

Em breve, muitos caminhoneiros autônomos poderão virar MEIs. Ou seja, microempreendedores individuais.
Se você é autônomo e deseja regulamentar seu trabalho como todas as empresas que possuem CNPJ, aí está uma excelente oportunidade.
O projeto tramita no Congresso desde 2019 e promete a redução da informalidade.
Os benefícios são muitos!
O MEI permite que o caminhoneiro consiga garantir a aposentadoria no futuro. Os impostos cobrados do caminhoneiro MEI são mais baixos, o caminhoneiro inscrito como MEI tem de recolher 11% sobre o salário mínimo. Já o autônomo paga 20% de INSS. Além disso, a família dos estradeiros passa a ter direito a auxílio-doença, pensão por morte, aposentadoria por idade ou invalidez, salário-maternidade, entre outras seguridades. E assim, a turma do “puxa” terá mais meios para recorrer caso ocorra algum imprevisto.
Com o MEI, nos contratos serão estipulados prazos e preços que devem ser respeitados, viabilizando mais garantias ao caminhoneiro.

Quer saber um pouco mais sobre os benefícios e como se tornar MEI fazendo o “puxa”?
Acompanha aí com a Érica Pinheiro.