Primeira quinzena de novembro tem alta de 17,4% no mercado de caminhões

Por Leandro Tavares,
da redação para o Brasil Caminhoneiro

A primeira quinzena de novembro mais uma fez reforça a recuperação do mercado de caminhões nesta reta final de 2012. As vendas de comerciais pesados somam 6.663 caminhões emplacados, número que representa alta de 17,4% em relação à primeira quinzena de outubro. A retomada tem como principal incentivadora a redução da taxa de financiamento do Finame para 2,5% ao ano. Os números foram divulgados pela Fenabrave.

No entanto, a comparação com o mesmo período de 2011 segue abaixo, com retração de 6,75%. No acumulado de 2012, foram comercializados 119.300 veículos, queda de 21% ante o registrado no ano passado.

A liderança entre todas as categorias ficou novamente com a MAN Latin America, que agora soma 27,95% de participação de mercado contra 22,98% da Mercedes-Benz. Entre os veículos semi-leves, o Iveco Daily 70C17 foi o modelo mais vendido, com 95 unidades. O Volkswagen 8.160 foi o leve mais comprado, com 375 emplacamentos.

A MAN Latin America também foi a que mais vendeu entre os médios, com o modelo Volkswagen 13.190, que teve 145 veículos comercializados. Herdeiro do caminhão mais vendido do Brasil em 2011, o Constellation 24.280 foi o modelo mais vendido entre os pesados, com 538 unidades. E o extrapesado R 440, da Scania, foi não apenas o mais procurado pelos clientes no seu próprio segmento como também o mais comercializado entre todos os segmentos na primeira quinzena de outubro, com 404 unidades.

Foto: Divulgação/ Mercedes-Benz