Venda de caminhões cai 16,1% no primeiro semestre de 2017

Em contrapartida, comparado ao último mês, a venda de caminhões cresceu 2,8%

As vendas de caminhões no acumulado do ano ficaram em 21,5 mil unidades

A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) divulgou na última quinta-feira (6), os resultados da indústria automobilística de junho e do primeiro semestre. Na ocasião, revelou também suas novas projeções de vendas, produção e exportação de autoveículos para 2017.

As novas expectativas da entidade apontam um crescimento de 35,6% nas exportações, o que significa chegar ao fim deste ano com 705 mil unidades enviadas para outros países – a projeção anterior era de crescimento de 7,2%. Esta mudança, em conjunto com a diminuição da participação de importados, levou a uma previsão maior também na produção: saltou de 11,9% para 21,5%, alcançando 2,62 milhões de unidades ao término do ano. Para as vendas ao mercado interno a previsão manteve-se inalterada.

Caminhões e ônibus

As vendas de caminhões no acumulado do ano ficaram em 21,5 mil unidades: queda de 16,1% na análise com as 25,6 mil do ano passado. No último mês 4,2 mil unidades foram comercializadas, crescimento de 2,8% frente as 4,1 mil de maio e estável com junho do ano passado.

Os fabricantes de caminhões produziram em junho 6,8 mil unidades, menor em 10,3% sobre as 7,6 mil de maio e superior em 22% no comparativo com as 5,6 mil de junho de 2016. No semestre, 36 mil caminhões saíram das linhas de montagem, o que significa expansão de 15,3% ante as 31,2 mil do ano passado.

Os embarques para outros países ficaram em 2,8 mil unidades em junho – aumento de 9,9% ante as 2,5 mil de maio e de 62% frente as 1,7 mil de junho do ano passado. Até o sexto mês do ano 13,6 mil caminhões foram exportados, alta de 45,4% em relação as 9,4 mil de igual período do ano passado.

No segmento de ônibus, as vendas em junho foram de 1,3 mil unidades, crescimento de 17,4% contra as 1,1 mil de maio e de 27,6% no comparativo com as 982 unidades de junho de 2016. No acumulado o resultado apresenta retração de 13,8% ao comparar as 4,9 mil unidades de 2017 com as 5,7 mil do ano passado.

A produção de chassis para ônibus no primeiro semestre de 2017 foi de 10 mil unidades, elevação de 7,9% em relação as 9,2 mil do ano passado. Em junho 2,2 mil unidades foram fabricadas: alta de 4,9% sobre as 2,1 mil de maio e de 22,6% contra as 1,8 mil de junho do ano passado.