Vendas de caminhões caem 30,6% em 2016

Número de vendas de caminhões apresenta queda em todos os segmentos, sendo que o que teve menor retração foi o de pesados

venda
Ainda ‘jovem’ no mercado brasileiro, a DAF foi a única entre as grandes marcas a ter alta nas vendas
Após um ano difícil para a indústria automobilística em 2015, as fabricantes de veículos comerciais tinham esperança de que 2016 seria no mínimo semelhante. No entanto, 12 meses depois, uma nova queda nas vendas mostrou trouxe ainda mais preocupação.

Ao todo foram vendidos 48.745 caminhões no ano passado, uma retração de 30,6% em relação às 70.226 unidades do ano anterior. A queda foi alta também na comparação do mês de dezembro de 2016 com o mesmo período em 2015, de 4.276 e 5.459, respectivamente, uma baixa de -21,7%.

Na análise por segmento, o que mais vendeu foi o de caminhões pesados, com 14.987, seguido pelo mercado de semipesados (14.457) e de leves (13.100). No ranking de vendas por fabricante, a que mais vendeu foi a Mercedes-Benz, com 14.962 emplacamentos. Na sequência estão MAN Latin America (13.690), Ford (7.757), Volvo (5.614), Scania (4.245), Iveco (2.573) e DAF (673), a única que vendeu em 2016 mais caminhões do que em 2015, com alta de 51,9%. Vale lembrar, no entanto, de que a DAF ainda é “jovem” no mercado brasileiro e certamente esperava um mercado mais forte e ter números mais significativos após três anos de Brasil.