Agrishow 2017 inicia com grande público e otimismo do agronegócio

Maior feira do agronegócio do hemisfério sul, a Agrishow teve início nesta segunda-feira com forte presença do público e anúncios de investimentos no setor

Teve início em Ribeirão Preto (SP) nesta segunda-feira (1º de maio) a Agrishow 2017. Em sua 24ª edição, a feira, a maior do hemisfério sul no setor do agronegócio e que tem expectativa de receber 150 mil pessoas entre os dias 1º e 5, teve anúncios de incentivos durante a solenidade de abertura, que contou com a presença do governador do estado de São Paulo, Geraldo Alckmin.

O político assinou decretos para abertura de crédito no valor de R$ 137 milhões para os programas Pró-Trator e o Pró-Implemento, financiados pelo Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista (Feap). Também fica estabelecida a devolução de ICMS retido para as indústrias de máquinas e implementos no valor de R$ 30 milhões.

“Também estamos liberando R$ 120 milhões da Fapesp (Fundo de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) só para os nossos institutos de pesquisa do nosso Estado”, disse Alckmin. Além disso o governador lembrou de convênio com municípios para as recuperações de 400 km de estradas vicinais do estado.

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, também esteve presente e destacou a preocupação com o produtor rural e sua renda. “O produtor é uma enciclopédia ambulante, conhece muito, tem potencial”, comentou Maggi. “Temos que buscar uma saída para não perder esse capital, que é o conhecimento do produtor”, completou o ministro.

As boas expectativas para o segmento em 2017 se traduzem nos números esperados para a Agrishow. Executivos das entidades realizadoras do evento avaliaram que a edição de 2017 deve superar o volume de negócios da edição de 2016, que foi de R$ 1,95 bilhão. Além disso há também a expectativa de alta nos números das indústrias de máquinas e implementos, que esperam crescimento de 15% nas vendas neste ano em relação ao ano anterior.