Cai número de acidentes na BR-101

Desde 2014 a queda no número de acidentes foi de 38%

Cai número de acidentes na BR-101

Levantamento realizado pela concessionária Eco101, desde o ano em que começou a operar na BR 101, em 2014, em comparação com o mesmo período deste ano até o mês de agosto, indica que houve uma redução de 38% no número de acidentes.

Na avaliação de Christian Tanimoto Barros, coordenador de operações da concessionária, as causas dos acidentes estão baseadas em um tripé: a estrutura da rodovia, a fiscalização e o comportamento dos usuários. “Nós estamos melhorando as condições da rodovia e oferecendo uma boa estrutura de atendimento ao usuário, assim como os órgãos de fiscalização estão atuando”, relata.

Veja também: Frete pode ficar mais caro no Rio Grande do Sul

Mas há uma dificuldade, destaca Tanimoto, em relação ao comportamento dos usuários. “Os próprios órgãos de fiscalização apontam para um comportamento inadequado dos motoristas, como uso de celular, ultrapassagens indevidas, excesso de carga, veículos em mau estado de conservação. Situações que estão entre as principais causas de acidentes”.

Tanimoto pontua ainda que os trechos com o maior número de acidentes, localizados entre Serra, Cariacica e Viana, são áreas da rodovia que já estão duplicadas. “E nestes locais foram feitas ações, junto com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) para mitigar e reduzir os acidentes”, relata, observando que entre as ações está o fechamento de alguns acessos para disciplinar o tráfego na área urbana. A empresa também lançou mão de campanhas educativas para estimular o pedestre a utilizar as oito passarelas já instaladas na rodovia.

Tanimoto acrescenta que áreas urbanas exigem ainda mais atenção dos motoristas. “É preciso respeitar a sinalização e os veículos menores, como está prevista na legislação de trânsito”, assinala.

Estatísticas da Eco 101

Os cálculos, em cada ano, em número de acidentes

2014 – 3.392

2015 – 3.035

2016 – 2.648

2017 – 2.450

Acidentes com mortes

2014 – 99

2015 – 72

2016 – 77

2017 – 72

Mortos

2014 – 146

2015 – 87

2016 – 86

2017 – 109

Feridos

2014 – 1.994

2015 – 1.626

2016 – 1.578

2017 – 1.561

Com informações da Gazeta Online