Constellation 25.390 leva mais carga com agilidade; veja o teste

por Leandro Tavares,
de São Bernardo do Campo (SP) para o Brasil Caminhoneiro

A linha Constellation da MAN Latin America é conhecida do grande público. Afinal, o Constellation 24.250, da geração Euro 3, é o caminhão mais vendido do Brasil há quatro anos. No entanto, esta família é variada e leva à risca o conceito sob medida que a marca alemã tanto reforça. Após testarmos em 2012 o Constellation 25.280, modelo Euro 5 do 24.250, o Brasil Caminhoneiro teve a oportunidade de ver de perto o Constellation 25.390 6×2 com carreta vanderleia.

Um dos pontos positivos neste modelo, evolução do 25.370, é a tara reduzida em relação aos concorrentes diretos. Com 835 kg a menos, o modelo da MAN Latin America pode carregar uma quantidade considerável a mais de carga útil, aumentando sua rentabilidade. Porém esta não é a única característica do veículo que ajuda o bolso do transportador.

Na boleia, com o Constellation 25.390 rodando, é fácil perceber o melhor escalonamento das marchas. As novas curvas de relação da transmissão 16 marchas sincronizadas, com acionamento por cabos e diagrama de H sobreposto, fazem com que o caminhão tenha potência mesmo em giros mais baixos. Ou seja, a retomada de aceleração é eficiente, evitando a troca descontrolada de marchas. Além deste ser um quesito de conforto para o motorista, ele ajuda a reduzir o consumo de combustível.

No teste, pudemos acompanhar o motor de 400 cv do caminhão vencendo subidas mesmo com o motor em giros abaixo de 1.000 rpm – o torque máximo de 1.700 Nm é alcançado na ampla faixa de 1.100 a 1.500 rpm. O responsável por isso é o turbo de geometria variável (VGT). A potência do freio motor também não fica para trás. São 325 cv a 2.400 rpm. Esse quarteto – menor peso, relação entre marchas, VGT e freio motor – fazem a relação custo-benefício do Constellation 25.390 ser muito alta.

Outra requisição do mercado é levada em conta no caminhão. O freio é a tambor, eficiente e com menor custo de manutenção. Os já conhecidos ABS e EBD completam o sistema, impedindo o travamento da roda e gerenciando a quantidade de força aplicada em cada uma delas.

O conforto do interior do veículo mantém o nível visto nas cabines Constellation. O ângulo de abertura das portas favorece a entrada no caminhão. A suspensão da cabine torna a operação mais agradável. Do banco do motorista a visibilidade é alta, com o para-brisa amplo e espelhos de manobra para facilitar a condução. A acústica agora possui um pacote extra, reduzindo o ruído interno.

Entre as principais aplicações para o 25.390 6×2 estão os que utilizam semirreboque de 3 eixos com PBTC de até 53 toneladas (vanderleia), atendendo aos segmentos de carga seca, frigorífico, graneleiro, sider, silo e tanque, entre outros. O valor do modelo é de R$ 361,058.

Edição: Nelson Yamashiro