Montadoras facilitam crédito e oferecem opções de financiamento para compra de caminhões

Com ajuda do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) os fabricantes de caminhões têm conseguido liberar linhas de crédito especiais para novos compradores

Mercedes-Benz

A Mercedes-Benz, por intermédio de sua instituição financeira, trouxe à FENATRAN 2017 condições especiais para financiamento. Para quem fechar contrato, o Banco Mercedes-Benz oferece condições especiais nos planos de financiamento de CDC (Crédito Direto ao Consumidor), com entrada de 20%, taxa de juros de 0,79% ao mês, parcelado em 48 meses, e pagamento da primeira parcela em 180 dias após a compra – essas condições não valem para os extrapesados.

Outra possibilidade é tentar o Finame (Agência Especial de Financiamento Industrial, subsidiária do BNDES) com TJLP (Taxas de Juros de Longo Prazo) que dá até 60 meses de financiamento com carência de até seis meses para os clientes que se enquadrarem nas regras definidas pelo BNDES, assim como o Leasing Financeiro ou o Leasing Operacional, em que o frotista paga apenas pelo período de uso do bem, com parcelas pré-fixadas; o contrato pode durar 24, 36 ou 48 meses.

Banco Volkswagen

Já o Banco Volkswagen disponibiliza proposta bastante similar e que vai além do período da FENATRAN, com o CDC e o Finame. O CDC é um produto pré-fixado e, com ele, é possível financiar 100% do bem; o Finame tem taxa pós-fixada e requer, obrigatoriamente, 20% de entrada. Há um prazo de 60 meses e possibilidade de financiamento de até 80% para micro, pequenas, médias e grandes empresas. A taxa de juros varia muito, pois se leva em conta quanto o comprador dá de entrada e o prazo de pagamento. Para pequenas empresas, que faturam até R$ 300 milhões por ano, a taxa fica em 1,05%; para as demais, o índice fica em 1,09%.

Para a FENATRAN, a VW trouxe o Leasing Operacional, seu novo produto para a linha Delivery. “Nesse ‘contrato de locação’, manutenção, documentação e toda a parte de gerenciamento do caminhão é do banco”, conta Marcelo Gomes da Silva, consultor de negócios do MAN.

DAF

O diretor de Serviços Financeiros DAF Caminhões Brasil, João Petry, informou que a marca disponibiliza venda a prazo de caminhões pesados com a facilidade de um banco. Uma entrada de 10% e o parcelamento em 48 vezes, com juros de 1% ao mês. A DAF planeja colocar em operação em 2019 seu próprio banco, a PACCAR Financial. “Optamos no início por instalar a fábrica e começar a produção, para depois investir no banco”, afirmou.