Criminosos roubam trecho de “estrada solar” chinesa dias após inauguração

Segundo informações de veículos chineses, um trecho de quase 1 metro da estrada desapareceu

Criminosos roubam trecho de “estrada solar” chinesa dias após inauguração (Foto: Reprodução/Twitter)

Uma semana após ser inaugurada na China, a primeira rodovia do mundo que capta energia solar precisou ser fechada para reparos devido a ação de criminosos.

- Publicidade -

Segundo informações publicadas por veículos de imprensa chineses, um trecho de quase 1 metro da estrada desapareceu. De acordo com o periódico chinês Qilu Evening News, a “ferida” tinha algo entre 10 e 15 cm de largura e pouco menos de 2 metros de comprimento.

Veja também: Conheça as “estradas musicais”

Conforme avaliação das autoridades locais, não há sinais de que o pedaço desaparecido tenha se soltado por acidente. Aparentemente, o trecho foi cuidadosamente recortado.

A estrada fica localizada na cidade de Jinan, capital da província de Shandong. A polícia da província está investigando o caso e trabalha até mesmo com a possibilidade de espionagem industrial, já que as placas que captam energia solar não são tão caras na China. Além disso, o material roubado não pode ser reutilizado.

A pista

Capaz de gerar 1 milhão de kW/h por ano, a pista é composta por três camadas. Na primeira, que fica em contato com o solo, foi colocado um revestimento isolante. No meio, estão os painéis fotovoltaicos (que transformam a luz em energia). Já a parte superior é feita com um concreto transparente.

Ainda em formato experimental, o objetivo é que a tecnologia possa gerar energia para iluminação da rodovia, letreiros digitais e até mesmo para um sistema de derretimento de neve. No futuro, deve ganhar outras aplicações, como recarga sem fio de veículos elétricos e fornecimento de conexão à internet.

Com informações da Época Negócios e do TecMundo

- Publicidade -