Emplacamento de implementos cai 26,69% entre janeiro e abril

De janeiro a abril deste ano foram emplacados 15.409 implementos rodoviários, quantidade 26,69% menor que no mesmo intervalo de 2016

940x529_implemento-librelato-fenatran-2015-copiaO mercado de de implementos rodoviários teve uma expressiva queda no primeiro quadrimestre de 2017. De janeiro a abril deste ano foram emplacados 15.409 veículos, quantidade 26,69% menor que no mesmo intervalo de 2016. Os dados são da Anfir (Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários).

Desse total, 6.615 unidades são do segmento de reboques e semirreboques, que apresentou queda de 18,77%. Já o setor de carroceria sobre chassis emplacou 8.794 veículos, retração de 31,69%. Apesar da diminuição, a Anfir explica que algumas divisões do segmento de reboques e semirreboques já apresentam crescimento em relação aos primeiros quatro meses de 2016. Esses são os casos do baú carga geral (561 unidades, alta de 33,25% em um ano), transporte de toras (408 veículos, +78,95%), baú frigorífico (199 unidades, +27,56%) e baú lonado (446 veículos, +6,95%).

“Ainda é cedo para considerar que iniciamos a esperada recuperação mas os números não deixam dúvidas que alguns segmentos já estão respondendo bem”, diz, em nota, o diretor executivo da Anfir, Mario Rinaldi. “A reação no segmento Leve (Carroceria sobre chassis) demora e acontece sempre em consequência da reação no setor Pesado (Reboques e Semirreboques)”.

Exportações

As vendas de implementos rodoviários no exterior continuam mostrando um desempenho melhor que no mercado interno. Segundo a Anfir, entre janeiro e março deste ano foram comercializadas 923 unidades para fora do País, uma alta de 15,66% ante o primeiro trimestre de 2016.