MAN Latin America apresenta inovações e tecnologias brasileiras no IAA 2014

A MAN Latin America apresentou em sua sétima participação consecutiva no 65º Salão Internacional de Veículos Comerciais, o IAA 2014, em Hannover, na Alemanha, soluções de transporte para países emergentes, além de produtos que reforçam o comprometimento da empresa em ampliar a cada ano sua compatibilidade ambiental, como veículos preparados para receber combustíveis renováveis e cabines montadas a partir de peças ecológicas.

Entre os três veículos que estarão expostos no já tradicional espaço dedicado à montadora no estande do Grupo MAN, está o Constellation 24.280 em sua nova versão 8×2 V-Tronic. “Na maior feira de veículos comerciais do mundo, não poderíamos deixar de apresentar o Constellation 24.280. Com as versões 6×2 e 8×2, estimamos um crescimento substancial nas vendas desse modelo”, afirma Roberto Cortes, presidente e CEO da MAN Latin America.

Outro veículo que promete chamar a atenção no estande da MAN na IAA é o extrapesado Constellation 25.420 V-Tronic, recém-lançado pela montadora. O cavalo-mecânico chega para suprir uma demanda dos clientes por veículos mais potentes. Junto com os demais modelos da família 420 cavalos — os Constellation 19.420 e 26.420 também são parte da nova linha —, o 25.420 atende ao mercado de extrapesado, segmento que mais cresceu no Brasil nos últimos anos.

Em ônibus, o destaque no estande é o VW 18.280 OT Low Entry, primeiro Volksbus com suspensão pneumática integral. O chassi, equipado com motor MAN D08 EGR de seis cilindros e 280 cavalos e transmissão automática ZF Ecolife, foi concebido em sinergia com um projeto europeu MAN que apresenta novos conceitos de construção e soluções tecnológicas voltadas para as operações urbanas com veículo acessível de padrão mundial.

Buscando mais uma vez apresentar na IAA soluções inovadoras em pesquisas com biocombustíveis, voltadas principalmente para países em desenvolvimento, o Volksbus 18.280 exposto na feira está abastecido com um combustível que é a cara do Brasil: o diesel de cana-de-açúcar, tecnologia desenvolvida pela empresa americana Amyris já em testes pela MAN Latin America desde 2011.

Trata-se de um combustível renovável “drop in”, ou seja, seu uso em veículos comerciais não exige alterações no veículo. Os testes, realizados em frotas de ônibus de grandes metrópoles como São Paulo, identificaram redução na emissão de material particulado sem alterar o desempenho do veículo, com ganhos de 3% a 5% no rendimento do motor. O uso do combustível resulta ainda em uma redução de 30% a 70% em materiais particulados e na emissão de NOx (óxidos de nitrogênio), resultados bastante satisfatórios em motores diesel.

A MAN Latin America deu início aos estudos com diesel de cana ainda com veículos Euro 3, em dezembro de 2011, e foi a primeira a testar o biocombustível em motores Euro 5 no Brasil. “Com os estudos para uso de materiais sustentáveis em nossas cabines e de combustíveis renováveis em nossos caminhões e ônibus, trazemos novamente à IAA soluções inovadoras em veículos comerciais com foco ambiental e desenvolvidas para a realidade de economias emergentes, como o Brasil”, diz Roberto Cortes.