Mercado de caminhões mantém ritmo de crescimento em julho

Mercado de caminhões cresce 16,29% no mês de julho e mantém ritmo de bons resultados em 2018.

- Publicidade -

A venda de caminhões cresceu 16,29% no mês de julho, de acordo com o balanço da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), divulgado nesta quarta-feira (1). Foram vendidas 6.666 unidades, contra 5.732 do mês anterior.

Em relação a julho de 2017, quando foram emplacados 4.524, o crescimento é de 47,35%. No acumulado do ano, as vendas de caminhões demonstram forte recuperação em relação ao ano passado. No total, este ano já foram comercializadas 39.005 unidades, contra 25.981 em 2017, um crescimento de 50,13%.

No mesmo ritmo, o mercado de implementos rodoviários apontou crescimento de 81,35% no ano. De janeiro a julho, foram vendidas 24.098 unidades. Na comparação com junho, as 4.077 unidades comercializadas em julho representaram ritmo mais modesto, 7,97%, mas, 89,28% de avanço ante igual mês do ano passado.

Geral

No geral, as vendas confirmaram as expectativas de recuperação do mercado, com quase 2 milhões de veículos vendidos nos primeiros 7 meses do ano.

Apenas em julho, foram comercializadas 306.721 unidades. Um crescimento de 6,61% na comparação com junho, e 15,31% acima das vendas de idêntico mês do ano passado.

Na avaliação do Presidente da FENABRAVE, Alarico Assumpção Júnior, o mercado reagiu positivamente e segue no ritmo projetado pela entidade. “O mês de julho foi bastante positivo. Junho teve baixa, por conta dos reflexos negativos da greve dos caminhoneiros, e ainda tivemos um dia útil a mais. Esses aspectos, somados à queda na inadimplência e o aumento da oferta de crédito, estão impulsionando o setor”, afirmou Alarico.

No entanto, ele alerta para alguns riscos que ainda assolam o país.  “Contudo, as incertezas no âmbito político nacional e o forte índice de desemprego ainda deixam o Setor em alerta”, finalizou.

 

- Publicidade -