Municípios de Santa Catarina recebem 20 retroescavadeiras do MDA

“Destaco a importância desse trabalho para atender as necessidades dos agricultores da região Sul do Brasil afetados pela seca, com obras de infraestrutura”. A afirmação foi de Laudemir Müller, secretário nacional de Agricultura Familiar do Ministério do Desenvolvimento Agrário, que representou o ministro Afonso Florence, nesta sexta-feira (2), na cidade de Abelardo Luz, durante a solenidade do ato de entrega de máquinas retroescavadeiras a 20 municípios de Santa Catarina que integram o Território da Cidadania do Meio Oeste Contestado.

O agricultor Altair Lavrati, 45 anos, tem um lote no assentamento Papuã II, em Abelardo Luz. Presente no ato de entrega, ele falou da expectativa com a chegada da máquina. “Temos necessidades emergências neste momento na pequena agricultura, como fazer silagens, fontes de água, terraplanagens. Com a máquina vai ser possível cumprir essas tarefas”, disse.

Altair é beneficiário do Pronaf, trabalha com bovinocultura leiteira e com o cultivo de grãos, que planta em conjunto com mais três famílias. Juntos, eles entregam mensalmente 12 mil litros de leite para uma cooperativa local, o que garante uma renda de R$ 1.600 para cada. Os grãos são para subsistência das famílias.

“Os agricultores estão felizes por saber que receberão em sua comunidade uma máquina do PAC, é uma conquista importante para a agricultura familiar, as máquinas vão proporcionar o crescimento do setor, para que ganhe mais destaque”, destacou o prefeito de Abelardo Luz, DiImar Fantinelli.

O prefeito de São Domingos, Alcimar de Oliveira, recebeu das mãos do secretário Müller a chave de uma das retroescavadeiras. Para ele, a máquina representa a realização de um sonho. “Mostra a sensibilidade do MDA em construir dentro do PAC um programa voltado para a agricultura familiar. Com a máquina, o município vai melhorar a própria infraestrutura”, afirmou. São Domingos conta com 1.500 famílias de agricultores familiares, que entregam mais de 47 tipos de produtos para o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e para o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).

A ação integra a segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). O objetivo é melhorar as condições de escoamento da produção dos empreendimentos da agricultura familiar, bem como a circulação de bens e serviços de aproximadamente 29 mil agricultores familiares neste municípios (quase 20% do total de todo o estado), que respondem por cerca de 22% da produção de alimentos em Santa Catarina.

As máquinas entregues nesta sexta-feira se destinam aos municípios de Abelardo Luz, Luzerna, Bom Jesus, Marema, Celso Ramos, Ouro Verde, Coronel Martins, Passos Maia, Entre Rios, Ponte Serrada, Faxinal dos Guedes, São Domingos, Galvão, Vargeão, Ipuaçu, Xanxerê, Jupiá, Xavantina, Lajeado Grande e Xaxim.

Foto: Divulgação