Pesquisa revela queda na indústria de autopeças

O primeiro semestre foi de retração também para o setor de autopeças. A pesquisa mensal do Sindipeças (Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores) realizada com 64 empresas associadas indica que houve queda de 12,9% do faturamento líquido nominal (com inflação e sem impostos) no período em relação com o primeiro semestre de 2014. Os participantes da pesquisa representam 29,6% do total faturado pelo segmento.

Leia também:
Vendas de caminhões tem terceiro mês seguido de alta
Setor de implementos acumula queda de 40,5% em 2015

Apesar da baixa, reflexo da redução de vendas de novos veículos em 2015, os setores de reposição e exportação apresentaram alta de 5,1% e 13,2%, respectivamente, ajudando a reduzir as perdas. As vendas para montadoras e intrassetoriais (um fabricante vendendo para outro) tiveram retração de 22,1% e 19,6% respectivamente.