Gerente da Goodyear vê com desconfiança peças importadas sem regulamentação

Um dos grandes dilemas de qualquer comprador é em relação ao preço do produto desejado. Muitas vezes a qualidade deste é deixado de lado caso o valor seja abaixo do de um item original. Este é um cenário que incomoda bastante o gerente de produto da Goodyear do Brasil Ivan Noda. O executivo revela que vem lutando pela implantação de normas técnicas para foles pneumáticos, produto de segurança que é carro chefe da empresa no segmento de veículos comerciais.

“O nosso produto é um produto de segurança. A Goodyear agora está investindo em uma campanha publicitária para reforçar a importância da segurança. Para nós, o preço está relacionado com a qualidade do produto. Acho que o proprietário do veículo, o aplicador, precisam estar muito atentos ao produto. E ainda mais em um item de segurança. A pessoa deve estar atenta nisso”, afirmou Ivan.

Durante a Automec Pesados e Comerciais 2012, muitas empresas chinesas mostraram seus produtos. A facilidade com que essas marcas chegam ao Brasil gerou críticas do executivo. “Esses produtos externos vem, não sabemos qual a qualidade, quais os processos de produção. Preço sempre está relacionado à qualidade do produto. Se envolve segurança, você não pode arriscar”, disse.

Para Ivan Noda, uma regulamentação bem elaborada para o produto é preciso para ajudar na fiscalização da segurança dos veículos. “No nosso segmento, de fole pneumático, precisamos criar uma norma. Não há uma norma para regulamentar. Precisamos criar para, a partir disso, termo uma certificação e, quem sabe, Inmetro faça a regulamentação, e um fiscal possa parar um veículo e checar se está tudo em dia”, concluiu.