Após vitória em Interlagos, Monteiro planeja ‘acerto de contas’ com Cascavel

A vitória conquistada no dia 7 de julho na quinta etapa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck, em São Paulo (SP), reacendeu as condições de Beto Monteiro na disputa pelo título de 2013. Ocupando a quarta colocação na tabela de classificação, o pernambucano da Scuderia Iveco inicia a segunda metade da temporada a 17 pontos do líder paranaense Leandro Totti – as cinco últimas corridas do ano terão em disputa 160 pontos.

A sexta corrida será disputada no dia 4 de agosto no Autódromo Zilmar Beux, em Cascavel (PR). “É uma corrida que está entalada na minha garganta, por vários motivos”, brinca o campeão de 2004 da Fórmula Truck. Ele disputou a etapa cascavelense seis vezes. Abandonou em 2002, foi ao pódio em quinto em 2003 e obteve três segundos lugares consecutivos, nas edições de 2004, 2006 e 2007. No ano passado, abandonou.

“A vitória em Cascavel passou perto várias vezes. Talvez nem tanto nas três corridas que terminei em segundo, mas principalmente na de 2012”, avalia Monteiro. Ele conquistou a pole-position da corrida no ano passado e viu sua chance de conquistar a terceira vitória no ano esbarrar numa pane no sistema eletrônico do acelerador, verificada durante as voltas de formação do grid. “Já larguei com o acelerador pifado, só dei três voltas”, lembra.

“Tem bastante coisa para acontecer até o fim do ano, é só a metade do campeonato. O momento é bom e a expectativa de fazer uma boa corrida em Cascavel é forte, para avançar mais no campeonato”, diz. “Eu tenho contas a acertar com a pista de Cascavel, uma vitória agora colocaria as nossas contas em dia”, acrescenta o piloto, que foi ao pódio duas vezes neste ano – além da vitória em Interlagos, foi quarto em Caruaru (PE).

Na busca pelo segundo título brasileiro na Fórmula Truck, Beto Monteiro planeja cumprir uma trajetória oposta à de 2012. “No ano passado eu tive um início de campeonato muito bom, ganhei as duas primeiras corridas, fiz mais um pódio, e na segunda metade as coisas foram mais complicadas e acabei perdendo o campeonato. Neste ano tivemos algumas dificuldades na primeira fase, e o trabalho é para manter essa reação rumo ao título”.

Foto: Orlei Silva