Beto Monteiro leva Fórmula Truck ao pódio do Desafio Internacional das Estrelas

Beto Monteiro comemorou a conquista do pódio em sua estreia no Desafio Internacional das Estrelas. O piloto pernambucano, um dos destaques do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck, conquistou neste domingo (13) o terceiro lugar na segunda e última bateria do torneio de kart, que confrontou nomes expressivos do automobilismo brasileiro e mundial no Kartódromo Beto Carreiro, na cidade catarinense de Penha.

A corrida foi vencida pelo brasiliense Felipe Nasr, representante do Brasil na GP2. O segundo foi o também brasiliense Nelsinho Piquet, que atua na Camping World Truck Series. Monteiro assegurou sua aparição no pódio na penúltima volta, com uma ultrapassagem sobre Jules Bianchi, piloto de testes da equipe Force India na Fórmula 1 – o francês, que venceu a primeira bateria, no sábado (12), foi o campeão do Desafio Internacional.

“Foi um fim de semana fantástico”, definiu Monteiro, que participou do Desafio Internacional das Estrelas com apoio da Iveco, marca que defende na Fórmula Truck desde a temporada de 2009. “É um tipo de evento que sempre vai desafiar você mais do que você imagina, pelo nível dos pilotos que estavam na pista, todos eles são caras atuantes no kart. Conseguir um pódio no meio de tantos caras de nível mundial foi sensacional”, descreveu.

Largando em 18º na primeira bateria, Monteiro propôs-se a uma prova de reabilitação. Terminou a disputa em oitavo, assegurando a pole-position da segunda corrida. O regulamento do Desafio determina que o resultado final da prova inicial seja reproduzido no grid da bateria decisiva, respeitando-se a inversão absoluta das oito primeiras posições. Bianchi, por ter sido vencedor, largou da oitava posição na prova deste domingo.

“Eu sabia que seria difícil, atrás de mim estavam caras como o Vitor Meira, o Nelsinho Piquet, o Felipe Nasr, os caras da Fórmula 1. Mas ninguém veio aqui atrás de facilidade, mesmo”, brincou Monteiro. “Na largada meu motor teve uma ligeira falha, não arrancou. Perdi duas posições. Depois, quando fui ultrapassado pelo Bianchi, comecei a seguir o kart dele de perto e notei que ele sempre abria um pouquinho mais em uma curva”, contou.

Foi a curva onde aconteceu, na 28ª volta, a ultrapassagem que valeu o pódio. “O pessoal brincou, muitos acharam inusitado ver um piloto de caminhão andando forte no kart, mas o kart não chega a ser uma novidade para mim. Eu faço treinos de kart sempre que posso, para manter o condicionamento físico”, lembrou o pernambucano, que participa todos os anos das 500 Milhas de Kart – a edição de 2012 também aconteceu no Beto Carrero.

Encerrada a temporada de competições festivas de kart, Beto Monteiro intensifica sua preparação para o Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck, que terá a primeira de suas dez etapas no autódromo gaúcho de Tarumã, no dia 10 de março. “Agora é foco total no campeonato, vamos tratar de agendar os primeiros treinos e providenciar tudo que for possível para o caminhão estar ainda mais competitivo que no ano passado”, comentou.

(LT)

Foto: Bruno Terena