Com dois novo Stralis nas pistas, Iveco dobra participação na temporada 2013 da Fórmula Truck

A temporada 2013 da Formula Truck, que começa neste domingo, no autódromo de Tarumã (RS), terá potência em dobro dos caminhões Iveco. Além dos dois veículos da escuderia que leva o nome da marca, dois outros extrapesados Stralis irão participar da competição, guiados por Luiz Lopes e pelo ex-piloto de Formula 1 Alex Caffi. “Para nós, a presença de outros competidores utilizando caminhões da nossa Iveco é mais um atestado da confiabilidade e do desempenho dos nossos produtos”, afirma Claudio Rawicz, diretor de Comunicação da montadora.

A Scuderia Iveco guarda surpresas para anunciar ao longo da temporada, mas já começa com uma nova identidade visual. A cor alaranjada do caminhão, em substituição ao vermelho, é uma herança – ou homenagem – ao veículo vencedor do prêmio Truck of the Year no último ano, na Europa: o Iveco Stralis Hi-Way. O extrapesado já está em produção na fábrica da montadora, na cidade mineira de Sete Lagoas, e tem previsão de chegada às estradas brasileiras neste ano.

O caminhão de corrida da Iveco corre impulsionado pelo motor Cursor 13, em versão preparada, com 1.200 cv, capazes de levá-lo a 250 km/h. Para alcançar essa velocidade, o veículo passa por uma verdadeira transformação para reduzir o peso, o que inclui soluções de engenharia, como carcaça do diferencial em alumínio, e a retirada de itens necessários para o transporte de carga nas versões tradicionais do Stralis, a exemplo da quinta roda e do câmbio automatizado de 16 marchas. Com isso, em comparação com seus “parentes” da estrada, o caminhão dos autódromos fica cerca de 3 mil kg mais leve, diferença refletida em desempenho nas corridas.

Testes de pista

Os caminhões da Scuderia Iveco foram submetidos a testes nas últimas semanas, a fim de que engenheiros e pilotos pudessem encontrar a configuração perfeita para os veículos se sagrarem vencedores nas pistas. “Os testes que realizamos no Autódromo de Interlagos (SP) nos dias 18/02 e 19/02 trouxeram muitos resultados positivos. Os dois pilotos andaram nos caminhões com novas configurações de motor, turbo e suspensão. E melhoramos cada um destes detalhes em relação ao que tínhamos no ano passado”, explica Marcelo Sakurai, engenheiro da Scuderia Iveco.

“Na suspensão, por exemplo, desenvolvemos a possibilidade de fazer um ajuste mais refinado – o que nos ajudará a fazer acertos cada vez mais competitivos para os caminhões”, comenta Sakurai. “Já com relação ao motor, vale destacar que conseguimos reduzir a velocidade do tempo de resposta da aceleração, algo que continuaremos a ajustar durante todo o ano. E os turbos entregaram a potência que esperavámos”, aponta. O poder dos motores segue a mesma receita de 2012: 1.200 cavalos nos picos de uso.

“A expectativa para 2013 não poderia ser melhor. Trabalhamos muito no desenvolvimento do modelo deste ano sempre se baseando no caminhão competitivo que já tínhamos”, comenta Beto Monteiro, piloto que conquistou para a Scuderia Iveco o vice-campeonato Sul-Americano e o terceiro lugar do campeonato Brasileiro de 2012.

Beto também aprova a continuidade dos membros de toda a Scuderia Iveco: “É aquela velha máxima: ‘Em time que ganha, não se mexe’. Temos certeza que iremos obter resultados neste ano”.

Valmir Benavides, o “Hisgué”, fechou 2012 com três subidas ao pódio (em todas as ocasiões, foi o 5° colocado em São Paulo, Curitiba e na Argentina) em uma “temporada de recuperação” com o caminhão reserva da equipe – o veículo de um time adversário provocou um acidente que resultou na perda total do Iveco Stralis número 02. Para 2013, Hisgué prevê que a sua trajetória será bem diferente.

“Começamos o ano muito bem com os testes em Interlagos, e posso afirmar que estamos muito competitivos. As chances de pódio são reais, principalmente porque trilhamos um caminho consistente, focando no desenvolvimento dos caminhões”, finaliza Hisgué.

O desafio da Fórmula Truck começa no próximo domingo, dia 10/03, às 13h. A primeira corrida do ano será no Autódromo Internacional de Tarumã, localizado na cidade de Viamão (RS), em uma pista conta com uma extensão total de 3.016 metros. Assim como em 2012, haverá transmissão ao vivo pela TV, na Band.

(LT)

Foto: Divulgação