Depois de quarta vitória, Totti almeja título antecipado na Fórmula Truck

Leandro Totti conquistou neste domingo sua quarta vitória em 2012 na Fórmula Truck. Com o resultado, o piloto já assume planos audaciosos no Campeonato Brasileiro. O paranaense acabou revendo os planos iniciais e, numa atuação agressiva, foi o primeiro a cruzar a linha de chegada depois das 26 voltas do GP Crystal, no Autódromo Internacional Nelson Luiz Barro, em Guaporé (RS). Foi a oitava e antepenúltima etapa da temporada do ano.

Totti propôs-se a cumprir uma prova sem riscos, o mais conservadora possível, visando a administração de sua vantagem na liderança, que era de 24 pontos até o momento da largada. O quarto lugar no grid, atrás do então vice-líder Beto Monteiro e de Felipe Giaffone, terceiro colocado na tabela, acentuou a pré-disposição do piloto paranaense de evitar qualquer manobra capaz de permitir a aproximação de seus adversários no campeonato.

“Eu ia comboiar os líderes, mas senti que estava rápido e que o ritmo de corrida do meu caminhão era muito forte. Percebi que o Beto tinha algum problema e que o Felipe não estava tão forte”, relatou o vencedor, que travou com o pole-position gaúcho Régis Boessio o duelo mais atrativo do GP Crystal. “Eu não tinha por que arriscar, mas notei que o caminhão do Boessio estava com algum problema no freio e fui para cima”, contou.

O resultado da etapa gaúcha ampliou para 39 pontos a vantagem de Totti na liderança com 158 pontos. Seu adversário mais próximo passou a ser Giaffone, que com o terceiro lugar na corrida assumiu a vice-liderança, agora com 119. O paranaense, já campeão sul-americano de 2012, espera consolidar a luta pelo título na penúltima etapa, dia 11 de novembro em Curitiba. “Quero fechar lá, existe a chance. Não dá para vacilar”, afirmou.

Totti completou as 26 voltas do GP Crystal 1s773 à frente de Boessio, o segundo colocado. Giaffone foi terceiro, a 2s199. O paranaense Wellington Cirino, da ABF/Mercedes-Benz, cruzou a linha de chegada em quarto, 2s445 atrás do vencedor. O pódio contou também com Roberval Andrade, piloto do Scania da Ticket Car Corinthians Motorsport, que terminou a disputa a 2s826 de Totti – Andrade estabeleceu a volta mais rápida da corrida.

(LT)

Foto: Orlei Silva

- Publicidade -