Em nova fase, equipe RM vê progresso ‘acima do esperado’

A RM Competições vive uma nova fase em 2013. Detentora de quatro títulos de pilotos no Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck, o time chefiado por Renato Martins apresentou-se para a disputa desta temporada assumindo a missão de desenvolver um novo conjunto técnico, baseado no novo motor de 12 litros do MAN TGX. Os resultados da nova fase do trabalho são vistos como surpreendentes pelos próprios integrantes da equipe.

Rebatizada como MAN Latin America Racing Team, a equipe mantém quatro caminhões Volkswagen Constellation, pilotados por Débora Rodrigues, André Marques, Adalberto Jardim e pelo atual campeão Leandro Totti. O quinto caminhão do time é o MAN TGX de Felipe Giaffone. A terceira corrida da nova fase técnica da equipe, disputada no mês de maio em Carauru (PE), teve Totti conquistando a pole-position e subindo ao pódio em terceiro.

“O progresso da equipe está acima do esperado”, admite Jardim, um dos pilotos mais experientes do grid da Truck. “A engenharia da Volkswagen, que sempre nos deu um suporte grande, assumiu um envolvimento ainda maior e a nossa perspectiva é de que os resultados desse trabalho conjunto comecem a aparecer”, diz o piloto paulista, que prepara-se para a disputa da quarta etapa, neste domingo (9) no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Goiânia.

Jardim manifesta que o trabalho para desenvolvimento do motor adotado pela equipe neste ano “é bem mais complexo”. “Esse é o motor do futuro, claro que todo começo de trabalho é complexo. Estamos vivendo agora essa fase de adaptação, mas no outro ano vamos estar um passo à frente. Quando a equipe assumiu a missão de desenvolver o equipamento, todos estávamos cientes do grau do desafio que viria pela frente”, diz o titular do caminhão número 8.

Atribuindo ao envolvimento da engenharia da fábrica a maior parte da rápida adaptação ao novo equipamento, Adalberto Jardim prevê que os treinos e a corrida em Goiânia evidenciem a sequência do progresso feito pela equipe. “Ainda estamos conhecendo as novidades, e até a etapa seguinte, que vai ser em São Paulo, vamos ter uma condição bem melhor de competitividade. Essa poderá ser a nossa virada definitiva”, aposta o experiente piloto.

(LT)

Foto: Orlei Silva