Equipe da Estônia vence competição mundial entre mecânicos da Volvo

A competição Vista começou em 1957, na Suécia, sede do Grupo Volvo

Equipe da Estônia vence competição mundial entre mecânicos da Volvo (Foto: Divulgação)

A fábrica da Volvo, em Curitiba, recebeu pela primeira vez a fase decisiva do Vista – Volvo International Service Training Award, competição mundial de profissionais de caminhões e ônibus da montadora.

- Publicidade -

A equipe “Viies Ratas”, da Estônia, conquistou o título da temporada 2017-2018. A segunda posição, ficou com a “Derma X-Power”, da Bélgica, e a terceira colocação com o time americano “Mobile Fleet Service”.

Equipe “Viies Ratas”, da Estônia, conquistou o título da temporada 2017-2018 (Foto: Divulgação)

“A preparação das pessoas que trabalham na nossa rede é muito importante. O Vista é uma grande oportunidade para incentivarmos mais aprendizado e principalmente para reconhecer os maiores talentos que nós temos na rede de serviços. Todos eles se desenvolveram e mostraram conhecimento”, explica Wilson Lirmann, presidente da Volvo do Brasil.

Veja também: Série Especial global comemora os 25 anos do FH

Equipe “Viies Ratas”, da Estônia, conquistou o título da temporada 2017-2018 (Foto: Divulgação)

A competição envolveu mais de 19,7 mil profissionais de todos os continentes. Depois de etapas eliminatórias, quatro equipes brasileiras se classificaram para a grande final, que contou com atividades teóricas e práticas.

Competição envolveu mais de 19,7 mil profissionais de todos os continentes (Foto: Divulgação)

“O sentimento é muito bom. A sensação é de dever cumprido. Chegar na final com tantas equipes participando e a gente poder estar entre as melhores equipes do mundo”, disse Hugo Henrique.

Mendes Pepetuo, de Governador Valadares, Minas Gerais. No desafio prático, as equipes recebem informações sobre o serviço durante cinco minutos, depois são mais vinte e cinco minutos para procurar e solucionar os problemas, que são comuns no dia a dia na rede de concessionárias. O time deve aliar mão na graxa e tecnologia.

Veja também: Montadora e FedEx testam tecnologia de comboio de caminhões

“Fundamental hoje são as ferramentas eletrônicas. Através dos diagnósticos eletrônicos você tem capacidade de chegar na peça com defeito de forma mais rápida e ter a certeza de que ela está com problema”, explica Daniel Silvestre Saccol, de Governador Valadares, Minas Gerais.

O Vista começou em 1957, na Suécia, sede do Grupo Volvo. Em 1977, passou a ser uma maratona global. A ideia é promover o trabalho em equipe e ressaltar a importância da qualificação dos profissionais de serviços.

Objetivo do evento é promover o trabalho em equipe e ressaltar a importância da qualificação dos profissionais de serviços (Foto: Divulgação)

“A gente vê a evolução não só do profissional, mas também a evolução como pessoa, que é o primeiro valor que a gente tem. Nós temos uma equipe de São Paulo que começou como marido e mulher na mesma equipe e hoje já tem até um ‘fruto’ do Vista que é a filhinha deles. Tem casos também de pessoas que começaram a faculdade só pela inspiração de ter treinado e estudado dentro do Vista. Isso não tem preço. Quando você vê que toca a vida das pessoas de uma forma diferente”, conta Karen Wasman, gerente de desenvolvimento de competências do Grupo Volvo na América Latina.

- Publicidade -