Equipe Iveco-De Rooy vence o Rali Dakar 2012 e entra para a história da categoria Caminhões

por Fábio Rogério
da Redação do Portal

O piloto holandês Gerard De Rooy, ao volante de seu Iveco Powerstar “bicudo”, é o grande campeão da categoria Caminhões do Rali Dakar 2012. Ao completar mais de 8.000 quilômetros entre três países da América do Sul em 45h20min47s, De Rooy marcou na história do Dakar a primeira vitória da fabricante Iveco em um dos ralis mais difíceis do mundo. A 14ª e última etapa de 283 quilômetros (254 de Deslocamento e 29 de Especial) foi disputada hoje entre as cidades de Pisco e Lima, no Peru. Vale ressaltar o bom desempenho dos outros pilotos da equipe: o também holandês Hans Stacey ficou em segundo lugar, e o italiano Miki Biasion em sexto (três posições no “Top Ten” da competição).

Os caminhões foram levados a condições extremas no percurso entre Argentina, Chile e Peru. O Rali Dakar começou em 1º de janeiro de 2012 em Mar del Plata, teve 14 etapas (uma foi cancelada) e totalizou 8.500 quilômetros, cerca de 4.200 dos quais contra o relógio. Dos 443 veículos que largaram, apenas 249 conseguiram chegar à capital do Peru.

O campeão Gerard De Rooy e seu Iveco Powerstar na 13ª etapa

A união bem sucedida entre Gerard De Rooy e a Iveco começou com o segundo lugar na 1ª etapa em Mar Del Plata, na Argentina. Em seguida, o holandês conquistou cinco vezes a primeira posição. E a caminhada para a vitória ficou um pouco mais tranqüila com a saída de seu maior rival na 9ª etapa, o tcheco Aleš Loprais, que sofreu um acidente quando estava a 15min39s de distância do piloto da Iveco na classificação geral.

Gerard De Rooy deixou sua marca na edição 2012 do Dakar não só pela vitória em cinco etapas, mas também por dominar a disputa com uma grande vantagem em relação ao segundo colocado. E ainda escreveu um novo capítulo na história da competição ao quebrar, junto com a marca Iveco, a hegemonia dos caminhões Kamaz, que até hoje dominavam os desertos. Desta vez, os “brutos” fabricados na Rússia tiveram que se conformar com o terceiro e quarto lugares, conquistados respectivamente pelo russo Andrey Karginov e pelo reservado cazaquistanês Artur Ardavichus.

À frente, Hans Stacey, o vice-campeão de 2012, seguido por Miki Biasion na 13ª etapa

A equipe De Rooy Iveco venceu com Gerard De Rooy dirigindo um Powerstar Iveco, veículo produzido e vendido pela Iveco na Austrália. O caminhão foi equipado com um motor FPT Cursor 13, com mais de 900 cavalos de potência, e peças Magneti Marelli. Os outros pilotos da equipe, Stacey e Biasion, competiram com dois Iveco Trakker Evolution 2, também equipados com o mesmo motor.

“Foi maravilhoso! Eu não acredito no que fizemos neste ano. E tudo graças ao trabalho da nossa equipe. Ainda estou atordoado, mas vou manter meu foco. O Rali inteiro foi incrível. Eu tinha 22 anos de idade quando comecei a competir e hoje, uma década depois, faz 25 anos que o meu pai (Jan De Rooy) venceu o Dakar. Eu estava muito nervoso antes da largada desta manhã, mas depois foi só diversão. Estou orgulhoso de todos os integrantes do nosso time e dos meus dois colegas de ‘boléia’ – o navegador holandês Darek Rodewald e o mecânico belga Tom Coulsoul”, disse, ao final da prova, um emocionado Gerard De Rooy.

A Petrobras Lubrax, única equipe brasileira na categoria Caminhões, chegou em 15º na etapa de hoje, finalizando a edição 2012 com um 8º lugar da Classificação Geral. O dia de hoje também marca os 25 de participação da equipe no Dakar. “A melhor forma de comemorar é assim, chegando com a equipe completa em Lima”, afirmou o piloto André Azevedo.

Artur Ardavichus comemora chegada à Lima, no Peru, na tarde deste domingo


Resultado da 14ª etapa

1) Biasion/Hisman/Albiero (Iveco): 27min22s

2) Mardeev/Mizyukaev/Sotnikov (Kamaz): +01min26s

3) Stacey/Van Goor/Der Kinderen (Iveco): +01min43s

4) Karginov/Devyatkin/Mokeev (Kamaz): +02min30s

5) Ardavichus/Kuzmich/Turlubaev (Kamaz): +03min00s

6) De Rooy/Rodewald/Colsoul (Iveco): +03min40s

7) Van Den Brink/Willemsen/Lagerweij (Ginaf): +04min22s

8) Bekx/Van De Ven/Snijders (DAF): 04min32s

9) Kolomy/Kilián/Kilian (Tatra): +04min40s

10) Vila/Torrallardona/Van Eerd (Iveco): 04min50s

15) Azevedo/Justo/Martinec (Tatra): +06min00s


Classificação Geral dos Caminhões

1) De Rooy/Rodewald/Colsoul (Iveco): 45h20min47s

2) Stacey/Van Goor/Der Kinderen (Iveco): +51min19s

3) Ardavichus/Kuzmich/Turlubaev (Kamaz): +01h47min45s

4) Karginov/Devyatkin/Mokeev (Kamaz): +05h01min10s

5) Mardeev/Mizyukaev/Sotnikov (Kamaz): +05h01min50s

6) Biasion/Huisman/Albiero (Iveco): +06h31min11s

7) Kolomy/Kilián/Kilian (Tatra): +06h54min15s

8) Azevedo/Justo/Martinec (Tatra): +07h46min07s

9) Sugawara/Suzuki (Hino): +10h39min24s

10) Versluis/Damen/Schuurmans (MAN): +11h12min32s

Fotos: Frederic Le Floch/DPPI, Eric Vargiolu/DPPI e Maindru/ASO