Jean Azevedo e o navegador Emerson Bina Cavassin terminam especial de madrugada

A dupla da Equipe Petrobras Lubrax conseguiu se superar na décima etapa do Rally Dakar 2012. O piloto Jean Azevedo e o navegador Emerson Bina Cavassin, passaram por momentos bastante complicados durante a especial de ontem entre Iquique e Arica, do Rally Dakar 2012.

Eles foram surpreendidos por um carro que estava atolado na descida de uma duna. “Estávamos sem visibilidade e batemos atrás do carro, que deveria estar com o Sentinel ligado justamente para evitar esse acidente”, explicou o Azevedo.

O Sentinel é um mecanismo que avisa o outro competidor quando um veículo está próximo, um equipamento utilizado para garantir a segurança do rali.

“Acabamos batendo por conta da falta de sinalização e na hora de tentar sair vimos que a parte dianteira do carro estava quebrada e necessitava de reparos para continuar”, acrescentou Jean.

A recuperação foi quando outro veículo da Petrobras Lubrax – o caminhão do trio André Azevedo, Maykel Justo e Mira Martinec -, que também seguia pela especial, apareceu para ajudar os dois, que seguiam nas dunas.

“Nós nos deparamos no meio da especial com o carro preso na duna e o retiramos de lá para um local na pista onde eles pudessem fazer a manutenção no veículo”, explicou o piloto André Azevedo.

Depois de terem sido ajudados, Jean e Bina tiveram que reparar o carro. A dupla optou por dar prosseguimento na disputa, mesmo com a demora no conserto e passaram boa parte da noite realizando o final da especial, chegando ao acampamento por volta das 4h desta quinta-feira.

Segundo o piloto André, “eles continuarão na prova, mas ainda não sabemos qual a penalização que receberão dos organizadores do rali por conta do atraso da chegada. Estou contente e orgulhoso da superação alcançada pelos nossos companheiros de equipe”.

A etapa de carros que acontece hoje, dia 12, em Arica, no Chile, e Arequipa, no Peru, será de 120 km e a especial de 478 km. Os trechos no Peru são ora com zonas de terra, ora com rios.

Foto: Maindru/Divulgação