Mercedes esquenta luta com a MAN pelo título da Truck entre as marcas

Após começar os campeonatos brasileiro e sul-americano da Fórmula Truck em 2012 disparando na liderança, a MAN Latin América começou a sofrer pressão da Mercedes-Benz. As duas vitórias de Leandro Totti nas últimas duas rodadas deixaram a Mercedes apenas 12 pontos atrás no nacional e 14 pontos abaixo da MAN no continental.

Um dos fatores que ajudou a MAN a continuar na frente foi o terceiro lugar de Adalberto Jardim em Interlagos. Sexto colocado, André Marques também ajudou a manter a marca alemã em boa colocação e, de quebra, lutará em boas condições na etapa final do Sul-Americano, em setembro, em Córdoba, na Argentina, pelo título do Campeonato Sul-americano.

“A corrida foi bem complicada, devida às condições de pista, que estava molhada e com muito óleo, formando um verdadeiro sabão. Era muito fácil errar. Quem andava na frente sempre pegava a condição de pista como uma surpresa, porque em um volta estava seco, na outra já pegava chuva. De uma maneira geral, os pilotos estão de parabéns, pois todos têm que ter alto nível para se segurar na pista. Fiquei muito feliz com este pódio, fundamental para ficarmos na liderança de marcas e com chances de título no Sul-Americano”, disse Jardim.

Em sexto na prova deste domingo, André Marques reduziu bem a diferença do campeonato de pilotos no Campeonato Sul-Americano e agora encontra-se a somente dois pontos da liderança.

“A pista hoje estava bem traiçoeira e, quando eu estava na terceira colocação, acabei pegando óleo na Curva do Sol e perdi três colocações. Mesmo assim, fico feliz de chegar a dois pontos do líder no Sul-Americano. Vamos para Córdoba com plenas condições de ser campeão”, contou André Marques após a disputa. O piloto soma 54 pontos no Sul-Americano. No Brasileiro, é o terceiro colocado, com 71.

Largando em décimo, Felipe Giaffone subiu de maneira impressionante para quarto na primeira volta, mas teve uma queima de radar logo em seguida, caindo para último. O atual campeão brasileiro e sul-americano de Truck ainda conseguiu se recuperar bem, terminou a prova em uma boa oitava colocação, ajudando, também, na manutenção da liderança da MAN Latin America.

“Fiquei muito chateado com a queima de radar. Foi a segunda vez em toda minha carreira que cometi este erro, mas também sei que não seria possível ganhar esta corrida mesmo sem punição. Em todo caso, salvamos alguns pontos neste final de semana que foi de muita dificuldade e seguimos com chances no campeonato”, diz Giaffone, que é o sétimo colocado tanto no Brasileiro quanto no Sul-Americano.

Débora Rodrigues também marcou ponto na corrida de hoje. “Larguei em último por conta da punição de ontem e mesmo assim consegui boa recuperação. Quando a chuva apertou consegui boas ultrapassagens e fiquei contente em chegar na zona de pontuação”, diz a única mulher a competir na Truck.

Renato Martins não completou a prova de hoje, mas como chefe da equipe oficial da MAN Latin America fez um balanço positivo da etapa de Interlagos. “O circuito de São Paulo é um dos mais complicados do ano para nós e saímos daqui na liderança dos dois campeonatos de marca, tanto Brasileiro quanto Sul-Americano. Em Córdoba, o André (Marques), e Adalberto (Jardim) e o Felipe (Giaffone) vão lutar pelo título de pilotos, então o saldo da corrida pode ser considerado muito bom”, diz Martins.

A próxima etapa do campeonato será dia 5 de agosto em Cascavel, Paraná, na reinauguração do autódromo da cidade. Esta etapa será válida somente para Brasileiro. A quarta e última do Sul-Americano será dia 9 de setembro em Córdoba, pista que a Fórmula Truck visita pela primeira vez na história.

Classificação da etapa da Truck em Interlagos:

1º) 73 – Leandro Totti (M, PR), 19 voltas
2º) 15 – Roberval Andrade (S , SP), a 2s737
3º) 8 – Adalberto Jardim (W , SP), a 8s215
4º) 83 – Regis Boessio (M , SP), a 9s140
5º) 2 – Valmir Benavides (I , SP), a 15s687
6º) 77 – André Marques (W , SP), a 16s212
7º) 55 – Paulo Salustiano (V , SP), a 25s927
8º) 4 – Felipe Giaffone (W , SP), a 27s876
9º) 88 – Beto Monteiro (I , PE), a 29s021
10º) 3 – Geraldo Piquet (M , DF), a 29s874
11º) 50 – Fred Marinelli (I , PR), a 31s027
12º) 20 – Pedro Muffato (S , PR), a 33s110
13º) 12 – Zé Maria Reis (S , GO), a 59s099
14º) 7 – Debora Rodrigues (W , SP), a 1min04s172
15º) 43 – Pedro Gomes (F , SP), a 1min14s976
16º) 32 – Luiz Pucci (V , RA), a 1min36s545
17º) 70 – Danilo Dirani (F , SP), a 1 volta
18º) 6 – Wellington Cirino (M , PR), a 1 volta
19º) 51 – Leandro Reis (S , GO), a 3 voltas
20º) 11 – Diumar Bueno (V , PR), a 3 voltas
21º) 14 – João Maistro (V , PR), a 4 voltas
22º) 99 – Luiz Lopes (M , SP), a 6 voltas
23º) 9 – Renato Martins (W , SP), a 7 voltas
Melhor Volta: Beto Monteiro, 2min09s702 (119,60 km/h)

Campeonato Brasileiro de pilotos:
1º) Monteiro, 94 pontos;
2º) Totti, 78;
3º) Marques, 71;
4º) Andrade, 61;
5º) Cirino, 60;
6º) Salustiano, 47;
7º) Giaffone, 45;
8º) Jardim, 39;
9º) L. Reis, 33;
10º) Maistro, 30;
11º) Marinelli, 29;
12º) Benavides, 26;
13º) Martins, 23;
14º) Piquet, 21;
15º) Rodrigues, 20;
16º) Boessio, 18;
17º) Bueno, 16;
18º) Pucci, 9;
19º) Fittipaldi e Muffato, 7;
21º) Gomes e Dirani, 5;
23º) Lopes e J. Reis, 4.

Sul-Americano de pilotos:
1º) Monteiro, 56 pontos;
2º) Marques, 54;
3º) Totti, 48;
4º) Jardim, 39;
5º) Cirino, 38;
6º) Andrade, 34;
7º) Giaffone, 30;
8º) Salustiano, 25;
9º) Piquet, 20;
10º) Boessio, 18;
11º) Marinelli, 15;
12º) Benavides, 13;
13º) Bueno, 10;
14º) Pucci, 9;
15º) Maistro, 8;
16º) Rodrigues, 7;
17º) Fittipaldi e L. Reis 6;
19º) Gomes, 5;
20º) Dirani, 4;
21º) Martins e Muffato, 3;
23º) J. Reis, 2;
24º) Lopes, 1.

Brasileiro de Marcas:
1º) MAN Latin America (Volkswagen), 168 pontos;
2º) Mercedes-Benz, 154;
3º) Iveco, 134;
4º) Volvo, 102;
5º) Scania, 91;
6º) Ford, 10.

Sul-Americano de marcas:
1º) MAN Latin America (Volkswagen), 120;
2º) Mercedes-Benz, 106;
3º) Iveco, 75;
4º) Volvo, 50;
5º) Scania, 40;
6º) Ford, 9.

Fotos: Orlei Silva