Nova geração FleetBoard chega em março para toda a linha de caminhões Mercedes-Benz

por Leandro Tavares,
de Piracicaba (SP) para o Brasil Caminhoneiro

A Mercedes-Benz anunciou nesta terça-feira a segunda geração do FleetBoard, sistema de gerenciamento de frota oferecido pela empresa. O dispositivo inclui rastreamento e estará disponível a partir de março para todos os modelos do portfólio da marca com planos a partir de R$ 99 mensais. O anuncio é reflexo da importância dos rastreadores no mercado logístico nacional.

Entre 2005 e 2013, o trabalho de empresas gerenciadoras de riscos evitou perda de R$ 26 bi em cargas roubadas. O dado divulgado em evento realizado pela Gristec (Associação Brasileira das Empresas de Gerenciamento de Risco e de Tecnologia de Rastreamento e Monitoramento) em 2014 reforça a importância do trabalho de rastreadores na segurança de veículo, carga e, acima de tudo, motorista.

Até então o FleetBoard só estava disponível para os extrapesados Axor e Actros. “Entre os benefícios do FleetBoard para os transportadores está a redução de até 15% do custo operacional, considerando consumo e manutenções”, afirma Roberto Leoncini, vice-presidente de Marketing, Vendas e Pós-Venda da Mercedes-Benz do Brasil. No Brasil, são mais de 3.000 caminhões Axor e Actros operando com o FleetBoard. No mundo, mais de 100.000 veículos”, diz o executivo.

“É necessário também ampliar os serviços para aumentar a segurança do veículo e da carga, ajudando a prevenir acidentes e também protegendo-os contra furtos e roubos nas estradas brasileiras”, explica Leoncini. O desenvolvimento da nova geração do FleetBoard contou com a parceria da Zatix, empresa com tradição no mercado de rastreamento, e foi realizado no Brasil com o investimento de R$ 40 milhões.

“Desenvolvida em parceria entre a FleetBoard da Alemanha e a equipe de Engenharia da Mercedes-Benz do Brasil, essa tecnologia é ideal para atender às características do mercado brasileiro e às necessidades dos nossos clientes”, diz Andre Weisz, responsável pelo Fleetboard no Brasil.