Conheça o Thor Trucks ET1, caminhão elétrico que quer concorrer com o Tesla Semi

Thor Trucks ET1 chegará ao mercado americano em 2019 e promete uma briga boa com o Classe 8 de Musk

Conheça o Thor Trucks ET1, caminhão elétrico que quer concorrer com o Tesla Semi (Foto: Divulgação)

A Tesla foi a primeira a colocar no mercado um caminhão pesado movido apenas por energia elétrica, o Semi. Mas Elon não está sozinho nessa empreitada. Uma startup californiana anda chamando a atenção da imprensa americana e mundial com algo semelhante, o chamado ET1, que pode ser o primeiro de uma gama de caminhões elétricos da marca Thor Trucks.

O nome é bem sugestivo e o perfil da empresa é um tanto estimulante, já que se trata de um pequeno grupo de 17 pessoas com seu fundador de apenas 25 anos. Dakota Semler, o líder por trás da Thor Trucks não reuniu estudantes para iniciar o negócio, mas engenheiros experientes vindos da Boeing, BYD e Faraday Future.

De olho no mercado americano, onde anualmente são emplacados 940 mil caminhões, a Thor Trucks coloca o ET1 em evidência num momento em que passa a existir interesse dos transportadores em caminhões elétricos. O Tesla Semi, por exemplo, já fechou reservas com empresas de renome internacional nos EUA e acumula em poucas semanas 1.200 reservas.

Veja também: Tesla revela caminhão elétrico Semi com autonomia surpreendente

Assim como o Tesla Semi, o Thor Trucks ET1 chegará ao mercado americano em 2019 e promete uma briga boa com o Classe 8 de Musk, tendo a mesma capacidade de tração de 36 toneladas. O preço sugerido é de US$ 150.000, o mesmo pedido para a versão de menor alcance do Semi. Assim como este, a autonomia é de 480 km, sendo este um calcanhar-de-aquiles para o novo caminhão. O Semi tem opção de 800 km, mas custa US$ 200.000.

Mas, diferentemente da Tesla, a Thor Trucks não faz tudo. A empresa compra um caminhão diesel comum, saca seu motor e câmbio, introduzindo baterias de lítio num envólucro hermeticamente fechado, bem como um potente motor elétrico de 700 cv – o Semi tem quatro – além de controladores eletrônicos.

A empresa também modifica a cabine e introduz uma tela de 20 polegadas para gestão do veículo. Por enquanto, Semler não revelou outros detalhes do ET1, o que sem dúvida criará expectativa nos transportadores interessados. Mas, uma questão importante ainda não tem resposta: Haverá uma rede própria de recarga rápida para ampliar o alcance do caminhão?

Com informações do Notícias Automotivas